A FORÇA QUE EXISTE EM NÓS

A Humanidade não tem conhecimento do poder que o pensamento possuiu. Sejamos positivos sempre porque estaremos, assim, construindo a nossa própria felicidade.

📢 Ouça também este artigo na voz da autora.

A Humanidade não tem conhecimento do poder que o pensamento possuiu.

Por isso, em razão de não darmos o devido valor ao seu potencial, construímos tantas doenças em nós. Pelo pensamento equivocado, trazemos para nós o desconforto, as tristezas, as angústias, as insatisfações que provocam o desequilíbrio orgânico que causam as doenças físicas.

Nós somos filhos do Pai Criador e temos em nós o Seu DNA que nos dá a capacidade de construirmos o que quisermos no nosso mundo interior e ao redor de nós.

Então, imaginem o que fazemos quando estamos fixados em algo que nos é danoso? Podemos criar e ter que vivenciar nossas criações em razão de não termos prestado a atenção devida aos nossos desejos.

Quando os nossos sonhos não são alcançados, devemos buscar entender o que está acontecendo. Será que não é a vida nos dando sinal que aquilo, por melhor que pareça, não nos seria útil e positivo? Será que não somos nós mesmos, em nossa essência, nos dizendo que se conquistarmos tal meta, nos perderíamos indubitavelmente em nossas mazelas seculares?

Por isso, precisamos ter cuidado com o que desejamos, almejamos e pensamos sobre o que seria a nossa mais pura alegria, porque tudo isso tem força construtiva e, ao agirmos para alcançá-la, estaremos formatando as pontes até os nossos objetivos bons ou não tão bons. 

Em razão de nosso livre arbítrio e pela necessidade de aprendizado que cada um de nós possuiu, somos respeitados para que atinjamos alguns de nossos sonhos menos danosos, para que o nosso caminhar se faça e o melhor entendimento seja alcançado. Sendo assim, a responsabilidade de vivenciarmos os resultados destas conquistas é toda nossa.

Portanto, é importante analisarmos até que ponto devemos insistir em atingir algo que escorrega pelos nossos dedos toda vez que tentamos agarrá-lo.

Entendam que não estou aqui dizendo que não devemos ser persistentes. Estou dizendo que é possível para nós termos a percepção do "até que ponto" devemos agir e "até que ponto" devemos transformar esses sonhos em outros, pois a própria vida nos dará parâmetros de nossa capacidade para abraçarmos as consequências de nossas conquistas. 

Aí está o nosso lado positivo para o enfrentamento das experiências da vida. Sermos maleáveis ao bom entendimento do que seria o melhor para nós também demonstra o quanto estamos amadurecendo diante de nossos próprios valores.

Lembremos que, se o pensamento é força, podemos agir para atingirmos aquilo que muito almejamos, mas, sempre atribuindo ao Pai a condução de nossas metas porque Ele sabe o que é importante para o nosso viver.

Assim, após os nossos melhores esforços, se não atingirmos a sua concretização, teremos a certeza de que "não era para ser". Mais fortalecidos nos sentiremos porque teremos a sensação do livramento de circunstâncias menos favoráveis a nós e porque nada nos foi tirado, mas sim evitado. 

Para vivermos em harmonia e paz, precisamos cultivar os pensamentos positivos para que não intoxiquemos o nosso templo físico com os vícios inerentes às nossas paixões.

Assim, não poluiremos o nosso mundo com incertezas que enfraquecerão quem somos, que enfraquecerão a nossa fé em Deus.

Os tesouros da alma não se resumem naquilo que nos satisfaz o prazer momentâneo da carne, mas sim os que nos elevarão à paz, à felicidade mais pura.

Sejamos positivos sempre porque estaremos, assim, construindo a nossa própria felicidade.

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário que responderei assim que puder.
Abraços fraternos.

My Instagram

Copyright © Adriana Machado - Escritora. Made with by OddThemes