A dor nos fazendo uma visita

15:26 4 Comments A+ a-


É engraçado como vivemos!
Vivemos cada dia como se fosse mais um, não o aproveitando como deveríamos.
Mas, como é vivermos como deveríamos? Se não entendermos o porquê de estarmos na matéria não conseguiremos viver plenamente, dia a dia, aproveitando a vida que Deus nos concedeu.
Mas, para quê que ela serve? Qual o meu papel nesta existência? São muitas perguntas que acreditamos que não temos as respostas e que é muito injusto exigirem de nós um comportamento se não recebemos orientação para tanto.
Fato é que recebemos sim. Quando decidimos reencarnar (ou quando nos comunicaram que voltaríamos), nós, juntamente com os nossos instrutores espirituais, fizemos o nosso planejamento de vida e, nele, foram incluídas todas as nossas propostas de crescimento para essa nova etapa. E se estas propostas foram abraçadas por nós é porque entendemos que elas nos trariam um benefício enorme para o nosso caminhar.
O problema é, quando aqui chegamos, nos envolvemos com aquilo que enxergamos ser necessário para sobrevivermos e nos agradarmos nos prazeres da carne, esquecendo que o que nos trouxe aqui não seriam tais conquistas materiais. A verdade é que, se pensarmos somente nesta vida carnal, iremos atrás daquilo que nos sacia as ambições e que atende aos nossos anseios mais materialistas.
Por isso, quando nos perdemos ante nossas necessidades espirituais, vem a dor para nos mostrar o porquê estamos aqui. Ela nos lembra que Deus existe; ela nos lembra que tudo o que conquistamos (materialmente falando) se perde a qualquer momento; ela nos lembra que há algo maior que nos consola além desta vida.
A dor é um lembrete para o nosso ser interior de que já estamos prontos para mais uma etapa de conquista íntima! A verdade é que, se acreditamos no amor e na bondade de Deus, somente pelo fato dela (a dor) existir, isso, por si só, já nos remete a acreditar que existe algo nela que necessitamos. E hoje já está mais claro para nós que é ela que nos freia e faz voltar ao caminho certo do nosso verdadeiro crescer.
A dor somente nos visita quando nosso templo interior está pronto (ou preparado) para vivenciar a experiência a que nos submeteremos, ou seja, ela nos será útil.
Utilidade é a palavra que nos remete a vivência de uma dor. Podemos não aceitá-la, podemos não gostar dela, mas enquanto tivermos a equivocada ideia de que o que é importante nesta vida são os bens materiais que nos cercam, a dor virá nos lembrar que nada disso irá nos acompanhar além dos umbrais da vida espiritual.
Claro que não ficamos satisfeitos em passar por um momento de tormento, ninguém fica. Mas, quando percebemos que ele só se fez presente porque estávamos nos perdendo de nós mesmos, indo em direção à porta larga[1] e à nossa perdição, e que foi essa dor que nos fez analisar as nossas escolhas e nos frear diante das nossas tendências, então, no momento certo, estaremos agradecendo a Jesus pela visita da dor em nossa vida.
Hoje, não podemos dizer que não compreendemos o que é o “pecado”, porque depois que Jesus esteve aqui, tudo foi esclarecido para nós. Mas, ainda podemos nos equivocar em nossas ações na tentativa da busca do acerto porque ainda não sabemos como fazer.
Assim, que não sejamos nossos algozes quando nos equivocarmos, porque muito ainda teremos de crescer, mas que entendamos que, quando escolhermos a visita da dor, ela nos será bastante útil para nos levar no caminho da conquista dos tesouros da alma que nos abrirão, com glória, a porta estreita[2] da salvação.




[1] In Mateus 7:13.
[2] In Mateus 7:13-14.

4 comentários

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
7 de julho de 2017 17:42 delete

Hoje a dor ainda ainda carrego dores, sem saber ao certo sua origem. Porém dói menos que tempos atrás, pela compreensão de que a dor é necessária, o sofrimento não.
Mas quando a dor vem ainda não sei administra-la com o necessário entendimento do que representa.
Então agradeço ao “lembrete” de que quando a dor chega é que no meu intimo estou preparado para mais uma etapa de conquista em minha vida, porque reforça a fé no amor e na bondade do Pai Criador.
Argeu

Reply
avatar
8 de julho de 2017 11:45 delete

Que bom Argeu que você está conseguindo abraçar tal propósito. Que ele seja de todos nós. Abraços fraternos.

Reply
avatar
24 de julho de 2017 00:02 delete

Gostei quando disse que a dor nos lembra que Deus existe. Acho que a dor muitas vezes nos coloca numa situação de humildade perante a vida, lembrando-nos que nem tudo está sob o nosso controle. Nem tudo sabemos, mas muitas vezes somos capazes de alguns aprendizados sem ter que passar pela dor, só que ignoramos isso. Então, pela nossa teimosia muitas vezes temos que aprender da pior forma. Um dia todos seremos capazes de amenizar tais situações.

Reply
avatar
24 de julho de 2017 11:41 delete

Maravilhoso, Henderson. Que tentemos amenizar essa teimosia em nossa vida para termos menos momentos de dor profunda.
Abraços fraternos.

Reply
avatar