ANO NOVO, CONSTRUÇÕES RENOVADAS

10:41 0 Comments A+ a-


"Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, 
a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente."
Carlos Drummond de Andrade


2016 chegou e mais um ano nos foi dado para novos aprendizados, novas trajetórias. 

A cada dia primeiro de janeiro, as nossas esperanças são renovadas, as nossas alegrias tomam fôlego e se estamos passando por problemas, estes parecem, aos nossos corações, que têm mais chances de ficarem para trás. 

O nosso Brasil está passando por desgastes de ordem social, econômica e política e a cada dia somos surpreendidos com mais uma novidade que nos acerta o peito e nos agride a alma. Jesus já dizia: “O escândalo é necessário, mas aí daquele que o praticar.”

O escândalo é necessário porque precisamos nos incomodar para que saiamos do comodismo, é necessário para que busquemos mudanças...

Por disso, buscamos enxergar, neste momento de grandes transformações, as bênçãos divinas que somente querem que aprendamos com as nossas experiências. Os nossos equívocos também fazem parte desta metodologia de aprendizado e percebo, nitidamente, que o nosso povo está crescendo! E isso é lindo!

Somos um povo “novo” que está engatinhando para descobrir como lidar com as experiências de uma nação. Se pensarmos na democracia, esta somente nos foi realmente “entregue” nos anos 80! Ou seja, temos pouco mais de trinta anos que estamos exercendo nossa cidadania, que estamos vivendo uma democracia! Somos, então, crianças tentando entender como tomar conta da nossa casa com responsabilidade e respeito.

Assim também é com a nossa própria vida, porque estamos buscando a cada curva do caminho saber como lidaremos com o novo, com as novidades que virão e que não sabemos quais são!

Hora da mudança


Quando a estrada se faz reta, é o momento de tomar fôlego, de se preparar para degustar o que já temos olhos para enxergar à frente. E mesmo que o que virá não seja bom, já nos colocamos preparados para enfrentar essas adversidades com a confiança daquele que sabe o que o espera.

Nossa vida traz para nós vários pacotinhos cheios de instrumentos que não sabemos para que servem. Somente quando nos deparamos com a hora da plantação e da colheita é que nos servimos deles para tentarmos aplicá-los na labuta e facilitar a nossa tarefa.

Deus não nos abandona, não nos deixa na mão. Os instrumentos estão para nós por Sua sabedoria, mas é pelo nosso  esforço no aprendizado da vida que os conquistamos.

Precisamos acreditar que somos merecedores de cada instrumento de trabalho que portamos, pois Deus não poderia nos dar algo que não somos habilitados a manusear.

Significa dizer que a cada esperança renovada, estamos fazendo a manutenção necessária nestes nossos instrumentos. A cada novo ano bendito, nos colocamos na posição daquele que poderia fazer o melhor para a sua vida.

Acreditemos em nós, porque o Pai acredita; acreditemos na vida porque ela está para nós para nos fazer crescer; acreditemos que nada é por acaso, porque Deus nos rege e nos quer bem.

Se assim é, que não abandonemos o nossos ideais porque tudo depende de nós. Sejamos esses obreiros valorosos que sabem que a cada construção erguida é mais uma base que servirá de degrau para alcançarmos a nossa felicidade. 

Reafirmemos os nossos votos dos sonhos a conquistar, acreditemos em nossa capacidade de alcançá-los  e no amor do Pai por nós para a sua concretização. 

Feliz 2016!